Está em debate na Assembleia Legislativa a instalação da região metropolitana de Joinville. Se ela já existisse, estaríamos lá reivindicando melhorias em algumas de nossas rodovias estaduais, como a Serra Dona Francisca. O problema é de toda a região.
Por isso, as Associações Empresariais de São Bento do Sul, Rio Negrinho, Mafra, Campo Alegre e Joinville uniram-se para chamar a atenção do Governo do Estado para as condições precárias de vários trechos da rodovia SC-418, a centenária Estrada Dona Francisca.
Mais importante via para o desenvolvimento da economia regional, a estrada é um dos principais acessos ao Planalto Norte Catarinense. A falta de manutenção, a sinalização desgastada e a iluminação prejudicada contribuem para os altos índices de acidentes. A média de veículos transitando pela estrada é 8,5 mil por dia, e em períodos de alta temporada chega a 13 mil.
A Rodovia SC 418 não recebe obras de revitalização há 16 anos, exceto pequenos reparos que não reduzem as estatísticas dos acidentes no trecho. Entre as ações que compreendem o movimento, está o abaixo-assinado na plataforma Change.org. Para assinar a petição, é necessário acessar www.change.org, e na busca colocar “Serra Dona Francisca”.
Além do risco para motoristas e seu patrimônio, os acidentes na Dona Francisca trazem um agravante para Joinville. O eventual vazamento de óleo nas nascentes dos rios que margeiam a rodovia poderá deixar dois terços da população sem abastecimento de água. O risco sempre existe e preocupa a todos.