O deputado federal Mauro Mariani reuniu a imprensa para deixar claro: “Sim, quero ser governador”. Foi uma forma de tirar dúvidas sobre sua postura para a próxima eleição. Mauro afastou qualquer possibilidade de disputar uma vaga para o Senado, e garantiu que seu propósito é ser governador de Santa Catarina.

Diálogo
Sobre algum acordo que teria feito com o agora governador Eduardo Pinho Moreira, o deputado garantiu que nada existe. Isto se refere à uma possível disputa interna para ser o candidato a governo pelo MDB. Foi direto ao comentar: “Não tenho nenhum acordo. Se tiver que bater chapa, o farei, e sei que posso vencer a convenção do MDB”, frisou.

Confiança
A confiança de Mauro Mariani é tanta, que a questão da escolha do vice já está em pauta. Na disputa estão dois nomes: Napoleão Bernardes, do PSDB, e João Paulo Kleinubing, do DEM. O curioso é que os dois foram prefeitos de Blumenau.

Tucanos
Daí muita gente perguntará: mas o senador Paulo Bauer não é candidato a governador? Teoricamente é pré-candidato, sendo até anunciado pelo PSDB. Porém, notícias de que estaria envolvido com doações não corretas para sua campanha anterior, parece que atingiram o ninho tucano. Então, a saída seria uma aliança com o MDB.

Escolha
E quieto, mas astuto, João Paulo Kleinubing assiste o cenário. Como o DEM está em crescimento forte em todo o Estado, é visto com bons olhos por uma ala do MDB que está ao lado de Mauro Mariani.

Sem chance
E a questão de uma aliança com o PSD, Mauro entende que não será possível. Gelson Merísio, deputado estadual, não abre mão de ser candidato, e nem Mauro. Daí não tem acordo.