Um bairro especial próximo do Centro com uma natureza abençoada, gastronomia e com estrutura que ainda necessita de algumas adequações. O bairro Espinheiros é visitado por turistas de todo o Brasil. Sim, é impressionante o número de visitantes que são de Santa Catarina, de São Paulo, Rio Grande do Sul, Paraná e Rio de Janeiro.

Visitas
O proprietário da empresa de turismo Turis Della, de Blumenau, Anisio Delabeneta, destaca que todos os finais de semana está com a Van lotada de turistas.

“Nossa empresa realiza contatos principalmente pelo facebook. É só anunciar que estamos vindo para a região que é carro lotado. O lugar é lindo pela Baia da Babitonga, as variedades de frutos do mar e a paz que se sente aqui”, comentou. Porém, Anisio reclama que é preciso atenção dos estacionamentos com a colocação de brita para evitar que os turistas se sujem de lama nos dias de chuva”, comentou.

Gastronomia e dificuldades
O proprietário do Restaurante Beira Mar, Fábaro Odilon Colombo, destaca que seu estabelecimento é procurado nos final de semana por centenas de pessoas. Destaca a gastronomia dos frutos do mar com rodízio, além de um ambiente voltado para a Baia da Babitonga. Fábaro apenas reclama de que faltam locais para que os turistas estacionem os veículos.

“Faltam estacionamentos públicos. Muita gente passa aqui domingo, olha que não tem lugar e vai embora”, destacou. Como virou mão única, a dificuldade de estacionamento prejudicou a parada dos turistas. De qualquer forma, Fábaro frisou a vinda de turistas de Curitiba, que formam grande maioria dos frequentadores. “Isto ajuda muito, mas se resume ao final de semana. O joinvilense na semana não consegue vir aqui pela falta de mobilidade urbana. Com apenas uma hora de almoço, ninguém consegue chegar e voltar pelo trânsito”, analisou.

Turistas elogiam e pedem estrutura
O casal Sidnei e Elisabet Zimmer sempre aproveitam para visitar os restaurantes do local. Elogiaram a comida e a paisagem. Sidnei também entende que o problema é a mobilidade urbana.

“Gostamos muito daqui. Um local muito bom para almoçar e observar a paisagem. Existe realmente o problema da mobilidade dependendo do horário”, comentou. Neste caso, mais estacionamentos poderiam ser viabilizados na região.

 

Meio ambiente e espaço
O proprietário do Recanto Gastronômico, Rosinaldo Cartapasso, destacou que a estrutura da região é considerada boa, mas ainda necessita de ajustes, como espaço para mais estacionamentos. Ele também relatou que é preciso atenção na questão da limpeza de alguns terrenos, mas que por incrível que pareça, as vezes esbarra na questão ambiental. “O local é maravilhoso, meu restaurante recebe muitos turistas. Porém estacionamento é um problema às vezes, bem como, a necessidade de limpeza de alguns terrenos na região. Acredito que são pontos que podem ser resolvidos com diálogo para favorecer a imagem do bairro”, analisou.

Pescaria e limpeza
E sem dúvida alguma, é um local para a pesca. Que o diga Clarisvaldo Xavier, que aproveitou o último sábado para pescar. “Você sente paz aqui. É um lugar abençoado. Porém, tem pontos que estão sujos e necessitam de limpeza. De qualquer forma é um convite para olhar e pescar”, observou.

Porta do Mar
Entre as atrações destaque para o Porta do Mar com o trapiche com extensão de 126 metros, duas praças, uma delas com deck para contemplação e em outra com equipamentos de ginástica para a terceira idade. Junto o calçadão e mobiliário para compor o conjunto turístico. O investimento total do Parque Porta do Mar foi de R$ 1,65 milhão.