O Plenário da CVJ deu espaço para que o superintendente da Autopista Litoral Sul, André Bianchini, falasse na sessão sobre dados envolvendo acidentes na BR-101. A empresa, do grupo Arteris, é a concessionária que administra a rodovia. A participação de Bianchini na sessão foi possível a partir de requerimento da vereadora Ana Rita Hermes (PROS).
 
Biachini apresentou para os vereadores dados sobre a atuação da empresa nas rodovias que ligam Curitiba a Palhoça, como a média de um 1 atendimento a cada 2 minutos. Na região da BR-101, mais especificamente, 34% dos atendimentos eram para auxiliar casos de pane mecânica.
Conforme Bianchini, o sistema de informações da empresa os permite obter números precisos sobre a quantia de acidentes por trecho e horário. Dados como esses, observou o superintendente, seriam partilhados com órgãos como a Defesa Civil e a Polícia Rodoviária Federal.
 
Animais
 
A Autopista também trouxe dados sobre atendimentos relacionados a animais. Desde que a empresa opera em regime de concessão, iniciado em 2008, foram 2,5 mil animais domésticos, indo de cães a bois, que puderam ser resgatados. Também 72 animais silvestres foram resgatados em atendimentos.
 
Emergências
 
Situações de emergência podem ser resolvidas por meio do telefone 0800 7251 771. Para saber como está o tráfego, a empresa também disponibiliza mapas com informações sobre lentidão ou interrupção do trânsito <http://www.autopistalitoralsul.com.br/>.