Um final feliz para o caso da manifestação ocorrida na semana passada pela Associação dos Caçambeiros de Joinville (Ajotre), que reivindicou um local adequado para despejar os resíduos de construção civil, de corte de árvores e entulhos semelhantes. Foram protocolados na Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SAMA), os terrenos para viabilizar a Central de Reciclagem, evitando assim, novas manifestações da classe. A Prefeitura de Joinville prometeu que até o dia 10 de julho será resolvida a situação. O objetivo é firmar um Termo de Ajuste junto ao Ministério Público, e finalmente resolver esse caso que já duram anos. Segundo o presidente da Associação dos Caçambeiros de Joinville (Ajotre), Gilson Holz, agradeceu o empenho da Prefeitura de Joinville, e, espera que com a escolha de uma área, seja resolvido o problema de 123 empresas e mais de 500 caminhões do ramo.